Aproveite Novas Oportunidades Para o Futuro

Robots Novas OportunidadesAfinal…! Isto está bom demais ou está mau…? O dinheiro sumiu! A acabaram as novas oportunidades Milhares de empresas não resistiram à diminuição do poder de compra e foram obrigadas a fechar as portas.

 

As ideias bem-sucedidas para novas oportunidades passam ao redor. Parecem ganhar asas. As novas oportunidades aparecem rapidamente e desaparecem ainda mais aceleradamente. Não acreditamos nelas. Vão-se embora, e muito raramente voltam.

A verdade seja diga, que as novas oportunidades de nada servem aos que a não as conseguem apanhar! No futuro próximo, as dificuldades não passam de novas oportunidades para demonstrar o que sabemos e o que podemos fazer.

Quem vai conseguir ganhar dinheiro no futuro?

De acordo com uma pesquisa Global Millennial Survey, só 43% dos jovens norte-americanos e 22% dos europeus vê o futuro de forma positiva. Esses números dispararam para 86% e 83% – 90% para os latino-americanos – quando respondem sobre o grau de satisfação com sua vida.

Segundo o Google as expectativas para o futuro são claras: nas próximas décadas, máquinas, robôs e a inteligência artificial vão dominar o mercado de novas oportunidades. Ou seja, vai faltar emprego para muita gente que não se vai conseguir adaptar.

Segundo Lazslo, (analista do Google) a capacidade de ser analítico será de valor incalculável para trabalhar com informação. Especular sobre as profissões do futuro e novas oportunidades é como teorizar sobre as ondas que virão. O correto é estar preparado para enfrentá-las, independentemente de suas características”

Não são todos os especialistas que concordam que as mudanças serão tão radicais. Para esses mais céticos, serão poucas as profissões realmente novas no futuro. O que mudará será a forma de se trabalhar e aumentará o leque de opções de carreira para cada profissão tradicional.

Mesmo com toda a especulação e incerteza, uma coisa pelo menos é certa. No mundo do futuro, haverá poucas novas oportunidades para a mão-de-obra desqualificada. Eu fico completamente de boca aberta quando ainda oiço pessoas a falar opções de carreira, todos sabemos que no futuro isso não existe. Não seja sético, analise todas as possibilidades.

O ceticismo das pessoas e a preguiça de tentar pode tornar-se atrofiador quando é impeditivo de analisar se isto ou aquilo é verdade, ficando sempre mais fácil, afirmar a sua falsidade.

Os céticos, na maior parte das vezes, como não são capazes de decidir por isto ou por aquilo, dizem que estamos na era do vazio e passam o tempo a olhar para o céu a espera que algo aconteça. Não sabem bem o que dizer e por isso entendem que o que se observa não prevê nada de bom. É como se não houvesse quaisquer sinais de chuva, o céu estivesse azul e eles vissem tudo negro.

Os que não sabem se sim nem se não retiram energia e inspiração a si próprios, fazendo concessões às dificuldades, sendo frequente dizerem ”se tivesse pensado nisso antes” ou “se tiver a ideia amanhã”.

Os que se dão conta das novas oportunidades quando já não as podem apanhar, e ficam confiantes em que elas apareçam novamente até podem ser bons indivíduos, dizer que têm ambição, mas não passam de ingénuos com medo de perder.

Que diria o seu trisavô, se lhe contassem naquela altura, que um dia iriam andar milhares de aviões no ar!… Talvez, se ele viesse a este mundo novamente lhe desse algum ataque cardíaco.

Já lá vai o tempo da era das opções de carreira no emprego. Ser empreendedor, escolher parceiros certos, quebrar o paradigma e proporcionar o aparecimento de novas oportunidades poderá fazer a diferença no seu futuro.

Procure ser analítico no seu futuro, como fala o Lazslo, (analista do Google), lembre-se sempre que não pode pensar como o seu trisavô. Esta é a melhor altura de agir para criar um futuro melhor. Não seja sético, analise todas as novas oportunidades.


Subscreva Este Blog Via E-mail

Digite seu endereço de e-mail para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email

Gostou da apresentação? Deixe um comentário…

%d bloggers like this: